sexta-feira, 1 de setembro de 2017

RESENHANDO: Do seu lado, de Fernanda Saads

     Olha quem voltou... SIIM, eu ainda sou um projeto de blogueira, mas a vida é uma senhora montanha-russa de tão louca e imprevisível, por isso estava sumida, mas vamos lá e página pra frente. Aproveitando que estou falando em páginas/livros, de uns tempos para cá estou em uma fase meio "nacionalista" procurando boas histórias de autores brasileiros para ler e me apaixonar e após várias pesquisas, felizmente encontrei MUITAS pérolas.

    Algo comum entre nós leitores  é que muitas vezes ficamos tão focados nas tantas obras de escritores internacionais que acabamos deixando um pouco de lado os nossos 'conterrâneos' e assim deixamos de conhecer bons livros que trazem cenários e vivências mais próximas às nossas.

Google Imagens. E não, não sou nada fã desta capa😐🙊
    Mas sobre minhas descobertas... em meio a minhas navegações no Skoob encontrei Do seu Lado, de Fernanda Saads e a temática logo me capturou porque depois de Simplesmente Acontece, de Cecilia Aherne, fiquei apaixonada por esses romances quase impossíveis entre melhores amigos, desses que trazem a ideia de que "o amor tá embaixo do seu nariz, basta olhar" (no meu caso, a miopia deve tá séria, porque ainda não vi, enfim...).

    Quando encontrei o livro logo pensei: "Só vou parar de ler quando terminar", sinto dizer que não foi exatamente verdade, pois tenho minhas necessidade alimentícias que não podem ser reprimidas e nesse dia tinha The Walking Dead pra assistir (sim, sou uma Walker), mas juro que essas foram as minhas únicas pausas, porque simplesmente não consegui parar pelo resto do tempo. Então, sobre a história:

"Após um longo tempo de terapia para se recuperar de um fora, Sarah parece estar bem. Quer dizer, ela já recuperou seu peso normal e consegue pensar em outras coisas além de Bruno. O problema é que no fundo ela vive fantasiando o dia em que esbarra com ele na rua e: pimba! Ela está linda e radiante e ele percebe a mancada que deu.
Seus planos são simples: reconquistar Bruno e depois dar o troco que ele merece. Mas o destino lhe prega uma peça quando Nestor, seu chefe, pede que ela visite um novo cliente e, de repente, tudo vira de cabeça para baixo. Lá está ela de frente para o seu antigo amor, que parece mais irresistível do que nunca!
Enquanto isso, seu melhor amigo, Igor, sempre presente e irritantemente perfeito, não suporta vê-la cair nas garras do bonitão outra vez. Sarah terá que lutar contra os próprios conceitos para descobrir o verdadeiro sentido do amor."
(Resenha oficial)

    Agora me perguntem, Sarah é cega? Não literalmente, mas mentalmente e passionalmente ela pode ser bem tapada, isso porque qualquer um sabe que essa de "voltar com ex por vingança" pode dar muito errado, e é exatamente isso que ela faz para que ele "pague" por algumas situações do passado, mas obviamente o tiro sai pela culatra, sinceramente tinha momentos que quase emprestava meus óculos para ela, porque ali só podia ser miopia das brabas, sem falar nas diversas vezes que tive vontade de puxá-la para fora do livro, bater um papo e tentar colocar algum juízo naquela cabeça, porque misericórdia...

      Deixando a Sarah um pouco de lado e falando sobre um dos personagens mais cute cute que li nos últimos tempos, só posso dizer que quero um de presente... Igor, que serzinho mais fofo, o típico owwn 😍 apaixonado, porque para um cara assistir Sexy and the city tem que amar MUITO a garota. Sabe aquele tipo de pessoa que está sempre contigo, dando o braço, o ombro e o mais importante de tudo, comida? Pois é, ele é desses, no entanto apesar de tudo isso (mesmo com a comida😋) o coitado sempre fica na famosa "friendzone".



   Então, depois de um bom tempo, Sarah finalmente aceita meus óculos emprestados e nota o partidão que está perdendo e quando isso acontece o rapaz simplesmente começou a namorar uma antiga colega de faculdade, essa que diga-se de passagem, não é uma grande amiga da mocinha, para falar a verdade, as duas não são amigas de jeito nenhum😱.

      Como falei, essa leitura lembra Simplesmente Acontece, um dos motivos é porque TODOS sabem que os personagens nasceram para ficar juntos, menos a tal da protagonista😒😑, e quando imaginamos que agora vai e dizemos "AGORA VAI"... simplesmente... não vai, frustrando continuamente o coração do pobre leitor. Não posso deixar de lado que na história também conhecemos diversos personagens secundários apaixonantes e quem me conhece sabe que amo isso, personagens bem feitos que não precisam ser os protagonistas para envolver e fazer com que o leitor se apegue a eles.

      A leitura é bem rapidinha, acabei em questão de horas e o que mais gostei é que em alguns momentos sofri com a protagonista, isso pelo fato do livro trazer questões pelas quais muitos já passaram em suas vidas, como tentar se encaixar em certos padrões para sentir-se inserido em algum grupo, também mostra a questão dos relacionamentos e seus términos complicados, sem falar naquela cegueira básica frente a coisas que estão na nossa cara, mostrando assim como o ser humano pode ser inocente (ou burro mesmo) em diversos momentos da vida. Não posso deixar de citar que genialmente em certo momento a autora colocou um momento de epifania✰, na qual percebemos que o jardim do vizinho nem sempre é o mais bonito, enquanto o nosso pode ser maravilhoso sem precisar ser perfeito, mas não entrarei em detalhes para evitar spoilers🙊.

    Outro ponto interessante colocado é que o amor nem sempre é aquela nossa ideia adolescente de paixão louca que nos tira o juízo, as vezes ele pode ser simplesmente aquela maravilhosa calmaria, uma brisa que é capaz de nos mostrar com um sussurro quem realmente somos e o que desejamos para a vida.

     No INÍCIO dava para perceber algumas mudanças abruptas de cena, deixando um ar de que estava faltando algo na escrita para completar certos acontecimento, mas nada que atrapalhe a leitura e o resto da história, mas independente de qualquer coisa, admito que meu coração e vínculo pelo livro está pedindo 5 abelhas apaixonadas 🐝🐝🐝🐝🐝, porque no fim das contas, para mim, algumas vezes um livro pode conquistar o leitor pelas mensagens deixados na mente e no coração do leitor, essas que não me foram poucas. Fiquei surpreendida com a escrita tão agradável da Fernanda Saads que é nordestina 💗 e já posso dizer que foi minha boa, na verdade, maravilhosa descoberta do ano.

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Amor X Dinheiro

    Essa postagem vai ser um pouco diferente, estou hoje mais uma Alanessa cheia de devaneios, pensamentos, talvez um tanto revoltada, até mesmo um pouco acadêmica, então, que venham citações e referências... Enfim, como tanto murmurei em diversos momentos por aqui, alguns puderam perceber que ano passado foi uma loucura e em meio a esse caos estava construindo meu TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), nele falei sobre a questão de relacionamentos por amor e/ou dinheiro e enquanto fazia isso comecei a pensar em certas coisas sobre a nossa vida e sociedade.


    Na minha pesquisa percebi que mesmo vivendo em pleno século XXI, continuamos com a mente do século XIX pra certas coisas que parecem não incomodar a muitos. Indo direto ao ponto, no meu trabalho mostrava a importância do dinheiro nos relacionamentos nas obras Persuasão, de Jane Austen e Senhora, de José de Alencar, nos quais os casais protagonistas separavam-se por um dos personagens não ter dinheiro e assim não ser considerado "digno" (sim, essa palavra é realmente usada)  do outro. Falando sobre a vida real, naquela época tinha até mesmo um manual de casamentos para jovens, alertando para que não se casassem com ninguém de "nível inferior" ao seu.

    "O casamento com “gente igual” era altamente recomendável, e poucos eram os jovens que rompiam com essa tradição. O autor de um desses manuais (o Guia de casados) recomendava em 1747: “uma das coisas que mais podem assegurar a futura felicidade dos casados é a proporção do casamento. A desigualdade causa contradição, discórdia [...] Perde-se a paz e a vida é um inferno" (PRIORE, 2013, p. 15)."


Imagem: Pinterest




    Parece pesado, não é? Mas infelizmente é a nossa realidade, pois em busca de uma "boa vida" tantas pessoas deixam o amor de lado até mesmo nos dias de hoje, e NÃO, isso não é história de novela mexicana, basta olhar direito que vemos isso ao nosso lado, afinal muitas(os) ainda pensam em casar apenas com aquele príncipe (princesa) lindo(a) e rico(a) para viver perfeitamente seu conto de fada, não sabendo que esse estereótipo é uma mera ilusão, a realidade é a de pessoas com defeitos, e se caso não olhemos além de sua conta bancária, é mais fácil viver um drama digno de Victor Hugo ou uma história de terror digna de Stephen King.


    O que acho engraçado (para não dizer trágico) é que esses preconceitos do ponto de vista financeiro existem SIM, quantos casais não foram separados por não serem "iguais", por terem "um muro separando os seus mundos", por eles serem "tão diferentes, que nunca darão certo"???. Só posso dizer que relacionamento é uma das coisas mais complicadas na vida humana, porque nem mesmo gêmeos são iguais, mas quando se tem amor, compreensão e verdade, nenhuma conta poupança ou corrente pode separar ou romper esse sentimento e ganhar a disputa do Amor X Dinheiro.


    Meu estudo foi longo, MUITO longo, não coloquei nem 1% dele aqui. Sei que obviamente o dinheiro é necessário, não sou louca para duvidar disso, mas um ponto importante é termos a consciência que não devemos deixar nada nos separar daquilo e daquele(s) que amamos de verdade, não nos fazendo enxergar as prioridades das nossas vidas.

REFERÊNCIA:
PRIORE, Mary Del. Conversas e histórias de mulher. 1. ed. - São Paulo: Planeta, 2013.


  P.S.1: Inacreditável, na verdade acreditavelmente, no dia que finalizei esse post e iria postar aqui no blog, mais especificamente ontem fui roubada em plena luz do dia, o que me deixou pensando mais uma vez o que o dinheiro não faz com a mente humana? levando esses indivíduos a saírem de suas casas para assaltar essa coitada que só tinha ido pagar suas contas (felizmente já tinha pago🙌), assim me pergunto como o troco desse dinheiro o fará mudar de vida, o tornará milionário? Digo que não, e isso me leva a afirmar mais fortemente que, infelizmente a fraca mente humana é tão suscetível quando se trata desse pedaço de papel e/ou metal que nos trás tantos problemas. Graças a Deus estou bem (um pouco chateada ainda? sim), mas o que dizer da consciência e "vida" (se posso chamar disso) desses dois indivíduos, na verdade sinto  muito por eles, pois fico imaginado o que os leva a cometer isso contra os outros e principalmente contra si.

  P.S.2: Desculpem pela mudança de foco, porém acredito que quanto mais ficarmos calados, negligenciarmos e nos acostumarmos com essas situações mais elas tornarão-se cotidianas (se é que não estão🙍). E vou aconselhando também que você NUNCA deve resistir, em seguida vá direto à delegacia e tenha a consciência que sua vida é mais importante que qualquer outra coisa que tenha sido levada. 

  P.S.3: Se quem roubou minha bolsa lê meu blog, favor devolver minhas xeroxes, afinal tenho que estudar para assim pelo menos tentar fazer do mundo um lugar melhor (sim, minha esperança nunca acaba), e poder mostrar aos meus alunos que por meio dos estudos podemos SIM mudar a nossa sociedade e ajudar pessoas que acreditam não existir outras formas de transformar as suas histórias, pois se tem alguém que pode nos ajudar com isso é a uma sábia senhora chamada EDUCAÇÃO.

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Orgulho e Prec... oh, Paixão 😮

    Oláá abelhudinhos (as) lindos (as), pela milésima vez, olha só quem voltou... E cheguei feliz e com novidades...
    Quem acompanha o blog ou me conhece pessoalmente sabe que sou uma apaixonada por Jane Austen, tendo uma fascinação especial por Orgulho e Preconceito (resenha aqui), então há alguns dias quando soube que a Globo faria uma novela inspirada nessa digníssima obra que será intitulada de Orgulho e Paixão para ser exibida no horário das 18h, confesso que bateu um pequeno desespero, mas fiquei curiosa afinal fã é fã. A partir desse momento começaram a rodar diversas perguntas sobre a história como: "Vão realmente mostrar a essência da obra?", "Quem fará parte do elenco?", "Gente do céu, quem interpretará a Lizzie e o Darcy?"...

    Se nada mudar, a novela estreará em março de 2018, mas algumas informações já foram adiantadas e hoje foi respondida a última pergunta ali de cima...tãntãntãtã... assim quem fará a amada senhorita Elizabeth Bennet será a atriz Nathalia Dill (por quem eu estava torcendo😍), e o amado Mr. Darcy será o ator Thiago Lacerda, quem eu sequer tinha cogitado, mas admito que até achei uma escolha interessante, ele tem mesmo um ar do mais odiado/amado protagonista de todos os tempos.


      
                                                                                                              Imagens: Google Imagens
                                                  

    A história ocorrerá no início do século XX, ambientada durante o ciclo do café em uma cidade fictícia, e aparentemente Darcy (ainda não sabemos o nome que colocarão) chegará nesse local para construir uma ferrovia. Acredito que desse ponto em diante começarão as semelhanças com o livro, pois já foi confirmado que teremos uma mãe que deseja ansiosamente casar as cinco filhas. Outra resposta que já conseguimos são os nomes dos atores que interpretarão o Sr. Bennet, que será Tato Gabus Mendes, e a Sra. Bennet, por Vera Holtz.

    Só tem uma coisa que estranhei (por enquanto) que foi o nome da protagonista, chamada de Elizabeta😕, mas conhecendo e gostando da atuação da Nathalia acredito que ela honrará o nome tanto de Lizzie, quanto de Jane.

    A novela ainda nem começou, mas já vi muitas pessoas reclamando por ser uma adaptação brasileira e global, no entanto admito que gostei muito da ideia, pois essas versões muitas vezes fazem com que pelo menos uma parte do público vá atrás de conhecer essa e outras obras da autora, assim como aconteceu comigo após assistir o filme de Orgulho e Preconceito (2005)♥, promovendo assim a leitura de ótimas e desconhecidas histórias (sim, a obra não é tão conhecida quanto poderia, mas vai que isso muda agora).

    Abelhudas(os), por hoje é só, e deixo a seguir os links com algumas informações a mais sobre essa adaptação que me fará voltar a assistir novela das 18h. Aos fãs de OeP, fiquem de olho e para quem não conhece ainda, corre que dá tempo😻.


http://kogut.oglobo.globo.com/noticias-da-tv/noticia/2017/08/thiago-lacerda-fara-par-com-nathalia-dill-em-orgulho-e-paixao.html

http://kogut.oglobo.globo.com/noticias-da-tv/noticia/2017/08/chandelly-braz-malvino-salvador-e-nathalia-dill-estao-cotados-para-orgulho-e-paixao.html

quarta-feira, 5 de julho de 2017

E vamos de Novidade: Romances turcos, em breve no Brasil

    Abelhudos, tenho diversos posts quase prontos, mas depois da notícia que recebi resolvi até pular esses e trazer uma novidade para vocês, os leitores mais lindos do mundo... Vamos lá porque hoje tem história...

    Pedrazul, o que falar dessa editora que considero pacas??... Euzinha admito que sou uma louca apaixonada por novelas/séries turcas, com elas na minha vida, maratonas são realmente maratonas, e por conta dessas minha fascinação há um tempo estava procurando conhecer um pouco mais também sobre a literatura do país, mas isso não é nada fácil, nada mesmo... Como a esperança é a última que morre, a minha apareceu e deu um oi. Uns dias atrás estava dando uma olhada no Facebook da linda Editora Pedrazul e descobri que eles lançarão Kurt Seyit e Shura, da autora Nermin Bezmen, um livro que inspirou uma série amorzinho que obviamente tinha assistido (pra quem quiser conhecer, ela está disponível na Netflix como Kurt Seyit Ve Shura).

Imagem: Google
   Indo ao que interessa: Em meio a revolução Bolchevique da Rússia czarista, surge o despertar do amor entre Kurt Seyit e Shura: um militar turco da Criméia e uma aristocrata russa. Kurt é o favorito das tropas, chamado de Seyit, o Lobo, pela sua bravura na guerra. É um tenente mulherengo, bonito, filho mais velho de um rico proprietário de terras da Criméia turca e sabe do poder e fascínio que exerce sobre as mulheres. Os dois se apaixonam, mas o amor deles, além de ser testado pela guerra, é comprometido pelas intrigas de Petro Borinsky, o melhor amigo de Kurt Seyit, que também se apaixona por Shura, e pelo pai de Seyit, o lorde Mirza Eminof, que quer que seu filho se case com uma mulher turca muçulmana para garantir a prole. O romântico drama histórico que começa na Rússia e leva o leitor a uma viagem para Alushta, Crimeia, e a Istambul ocupada pelos britânicos, é repleto de emoção e considerado a história de um amor que nunca termina. (Resenha oficial da editora)

    Temos aí um lindo romance, envolvido por diversas questões sociais e ambientado durante uma guerra, tanta coisa para ver e analisar que parece até uma aula em forma de série 😍.

    Em uma postagem passada comentei sobre o comodismo de muitas editoras brasileiras, mas tirem a Pedrazul dessa lista, pois ela sempre foi bem inovadora, sendo uma das primeiras (que eu lembre) que deu ao público o poder de escolher a capa das obras, sempre tendo o maior cuidado do mundo em ouvir seus leitores...Poderia passar horas falando sobre o meu amor por essa editora e as novidades que ela traz, principalmente com as escolhas de seus livros, afinal quem mais aqui no Brasil já investiu na publicação de romances turcos? (Se tiver alguma outra, me avisem, por favor, pois continuo em busca do tesouro perdido!!).

    Não vejo a hora de lançarem Seyit & Shura, porque já quero ele na minha estante e de acordo com o site a data prevista para a pré-venda é algum dia no mês de setembro (como diz a música: "agora aguenta coração"). Quem já conhece sabe que os turcos são únicos quando se trata de repassar sentimentos em suas novelas e séries, então só me resta aguardar esse lançamento para poder me apaixonar também pelos livros. Vendo isso, talvez outras editoras possam variar mais nos seus títulos, afinal o mapa mundi é muito grande para focar em apenas dois ou três países.

    Para dá um gostinho de "eu quero", trouxe uma promo da série em espanhol, sim, em espanhol, infelizmente as produções turcas não têm tanta força no nosso aqui (quando comparada com outros países), assim temos que continuar sofrendo tantas vezes por essas questões de idioma😓... No entanto, felizmente até quem não é craque no espanhol, com esse vídeo, vai conseguir entender tudinho e notar a beleza da produção, então olhem aí 👇



                                        Sobre esse protagonista...só sei suspirar e amar... 😍😍😍

Imagem: Blog Árvore dos contos

    Gente do céu, o que dizer sobre esse olhar que parece enxergar o passado, o presente e o futuro da pessoa? Se duvidar ele lê mente e desvenda até o valor da fatura do nosso cartão, isso tudo só com o olhar 😱😻. Não vou falar muito da série, porque o post já está ficando bem grandinho, mas quem sabe escreva algo sobre ela um dia... isso não é uma promessa, mas vai que, né?...

     *Abelhudos do meu coração, essa postagem estava salva desde que a editora soltou a novidade, mas resolvi esperar para publicar e sei que não foi em vão, afinal hoje a Pedrazul revelou a capa oficial brasileira, que é essa lindeza toda:

Imagem: Site Pedrazul
  

P.S.1: Editora Pedrazul, desde já te dou meu coração e estou aceitando o livro, não precisa ficar com vergonha, minha vida e minha humilde estante estão completamente disponíveis para a doação de um exemplar 😌.

P.S.2: Inspirem-se e renovem-se sempre, queridas editoras. 

P.S.3: A editora também pode trazer outros romances turcos, agora esperemos que o Brasil realmente adote essas e outras histórias de variadas nações em seus corações, assim como já está fazendo com as novelas.

P.S.4: Quem estiver interessado nessa e outras obras da editora, vocês podem encontrar tudinho AQUI👈.


   Abelhudinhos, por hoje é só (na verdade, não foi tão só😁), mas não quero choro, porque eu volto e para confortar seus corações vou lhes deixando com a foto do Kivanç Tatlitug, também conhecido como o lindo ator que interpreta o Kurt...

Imagem: Google
       Até mais loguinho!!!
     Da (quase) sumida Abelha desta colmeia 🐝...




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...